Os vinhos rosés, muito populares em países como França e Portugal, têm sua elaboração provinda a partir da uva tinta. A cor rosada é fruto de uma passagem de apenas poucas horas das cascas da uva em contato com o mosto. Exemplares muito conhecidos são produzidos na região de Provence, na França e também no sul do Brasil, como os rótulos elaborados a partir da uva Malbec na Serra Gaúcha e em Santa Catarina.

A temperatura ideal para servir esses vinhos que vem ganhando o coração dos brasileiros é ligeiramente mais elevada que a dos brancos. Em função dos seus taninos suaves, o serviço deve ser entre 10 e 12 graus celsius. Uma boa dica é manter a garrafa na geladeira por cerca de uma hora antes do consumo.

Um bom vinho rosé pode ser uma grande companhia para pratos mais suaves, como carne de peixe, petiscos, paella, caldeirada, arroz à marinera e até mesmo para um piquenique.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *